01/10/2020

7 dicas para evitar a osteoporose

São os ossos que dão sustentação para o corpo e permitem os movimentos. A massa óssea começa a ser construída na infância e vai aumentando até se estabilizar, na faixa dos 30 anos.

Depois disso, é importante manter o tecido ósseo fortalecido e prevenir a osteoporose, uma doença que pode comprometer todos os ossos do corpo, deixando-os mais porosos e, consequentemente, fragilizados.

A incidência maior de osteoporose é entre os idosos, que vão perdendo massa óssea ao longo dos anos, e as mulheres, por conta da redução na produção de estrogênio – hormônio que ajuda na proteção dos ossos – após a menopausa.

Porém, a carência de certos nutrientes, o uso de determinados medicamentos e alguns hábitos podem causar osteoporose em homens e mulheres de diferentes faixas etárias.

Desta forma, prevenir a osteoporose é o melhor caminho para uma vida mais longa e saudável. Por isso, preparamos algumas dicas para mostrar como prevenir a doença e garantir a saúde dos ossos.

  1. Alimente-se bem 

Uma alimentação adequada é importante para a saúde como um todo, mas, para ter ossos fortes, é preciso caprichar no cálcio e na vitamina D, e ingerir quantidades adequadas de fósforo e de magnésio. Por isso, é importante incluir no cardápio leite e seus derivados, sardinha, salmão, fígado, grão-de-bico, feijão, lentilha, ervilha, gergelim, cogumelos e folhas verdes. Em contrapartida, evite o consumo abusivo de café, refrigerantes, bebidas alcoólicas e sódio, que interferem na absorção do cálcio e favorecem a perda de massa óssea.

  1. Pratique atividade física

Para sustentar um corpo que se movimenta é preciso ter ossos fortalecidos e musculatura saudável. Por isso, a atividade física é fundamental. O ideal, porém, é ter o acompanhamento de um especialista para que o condicionamento seja aumentado gradativamente e o corpo não fique sobrecarregado, com o risco de lesões. Para os idosos, são recomendadas atividades de baixo impacto, como caminhadas, dança de salão e ginástica, sempre com acompanhamento profissional.

  1. Tome sol

A vitamina D é essencial para auxiliar na absorção de cálcio e o sol é a principal fonte dessa vitamina para o organismo humano, por isso, a exposição moderada é recomendada. O ideal é tomar sol antes das 10 horas e após as 16 horas, por 20 minutos, todos os dias. Nesta exposição, recomenda-se não usar protetor solar, pois ele bloqueia a radiação e não permite que a vitamina seja sintetizada.

  1. Não fume

O cigarro está relacionado ao câncer, às doenças reumáticas, a problemas nos pulmões, na circulação e também nos ossos. As toxinas presentes no cigarro enfraquecem as células que formam o tecido ósseo. Por isso, fumantes podem perder cerca de 1% de massa óssea por ano. Nas mulheres, fumar também provoca alterações no estrogênio.

  1. Olhe por onde anda

Uma ação importante é prevenir os riscos de quedas, pois elas podem diminuir a mobilidade e também causar fraturas graves em idosos. Então, tome cuidado com a disposição dos móveis ou qualquer obstáculo que possa causar acidentes, mantenha os ambientes iluminados e evite tapetes soltos. Nos banheiros, evite pisos escorregadios, use tapetes antiderrapantes e coloque barras de apoio.

  1. Tenha atenção com medicamentos

Alguns medicamentos podem apresentar como efeito colateral prejuízos para a massa óssea, deixando-a mais fragilizada e aumentando os riscos do desenvolvimento de osteoporose. Outros também podem causar tontura.  Por isso, tenha atenção com medicamentos anticonvulsivantes, corticoides, anticoagulantes, imunossupressores, antidepressivos, antirretrovirais, alguns quimioterápicos, reguladores de hormônio da tireoide, entre outros.

  1. Faça densitometria óssea

A densitometria óssea é um exame simples e rápido que faz o diagnóstico da osteoporose com precisão, analisando os ossos para identificar sua densidade, se há porosidade no tecido ou perda excessiva de massa muscular, que contribui para a proteção do esqueleto. Esse exame deve ser feito anualmente por mulheres a partir de 65 anos e homens a partir dos 70 anos.

Agora que você já sabe como prevenir a osteoporose, mantenha uma rotina de cuidado com a saúde dos seus ossos e compartilhe essas informações para que outras pessoas se cuidem também!

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade