23/09/2020

7 dicas para manter o equilíbrio emocional

O equilíbrio emocional é a capacidade de manter o foco e o controle mental em meio aos desafios e mudanças que acontecem em todas as áreas da vida. Com ele, é possível encarar os problemas e buscar realizar desejos de forma mais madura e consciente.

Trata-se de um fator essencial para a tomada de decisões e para conduzir a vida em meio a erros e acertos, sem sucumbir aos primeiros obstáculos, mas também sem proporcionar grandes euforias ambiciosas.

O equilíbrio emocional está relacionado à forma de lidar com imprevistos sem perder a racionalidade e, principalmente, preservar a calma e a saúde mental. Porém, há algumas crenças limitantes que podem desajustar essa balança e causar sofrimento.

Entre os problemas causados pelo desequilíbrio, estão a angústia, a incerteza, a ansiedade, a tensão, a culpa, o medo, entre outros descompassos.  Por isso, para se tornar um ser humano autônomo e feliz, é tão importante manter o controle.

Na missão de ajudá-lo a alcançar o equilíbrio emocional, reunimos algumas dicas simples que trazem grandes resultados.

  1. Respeite suas vontades

É natural querer agradar outras pessoas, como os filhos, os pais, o marido, a mulher ou algum amigo, mas não é aceitável se esquecer de você. Para conseguir realizar seus sonhos, um dos principais fatores é respeitar suas vontades e desejos. Permita-se querer e realizar. Além disso, faça coisas que proporcionem prazer, pois esse é o melhor antídoto para a depressão e a ansiedade.

  1. Livre-se do que é negativo

Tão importante quanto buscar ações positivas é pegar distância das negativas. Tudo que gera sentimentos negativos, principalmente situações em que você mesmo se obriga a estar, traz desequilíbrio. Portanto, não se autocondene, não se obrigue a ser aceito e adorado por todos, não se culpe por pequenos prazeres e se afaste do que traz um mal-estar desnecessário.

  1. Entenda seus limites

Algumas pessoas passam a falsa impressão de que dão conta de tudo e outras se frustram por não conseguir alcançar isso. Entenda que é humanamente impossível ser perfeito, feliz e bem-sucedido em todas as áreas da vida. Portanto, tanto as cobranças externas quanto as internas devem ser avaliadas com essa margem. Quando os imites passam a ser respeitados, a aceitação e a autoconfiança acontecem dentro de você.

  1. Organize seus compromissos

Nem todas as situações são favoráveis e nem todas as tarefas do dia a dia são agradáveis, mas elas precisam ser cumpridas. Diante das responsabilidades, é necessário manter a organização, ter disciplina, estabelecer prioridades e determinar uma agenda própria para cumprir seus compromissos e ainda ter tempo para você. Caso contrário, abrirá espaço para a frustração.

  1. Faça exercícios físicos

Os exercícios físicos fazem bem para o corpo, pois relaxam a musculatura que fica tensa com os problemas diários. Eles também ajudam na eliminação das toxinas liberadas no corpo estressado, colaboram com a socialização e liberam substâncias químicas que proporcionam a sensação de prazer.  Enfim, corpo e mente ganham muito com isso.

  1. 6. Aprenda a pedir ajuda

Não é fácil lidar sozinho com as aflições e não há problema em admitir isso. Dividir dúvidas, incertezas e inseguranças é bom não somente para desabafar, mas também para sentir o apoio de outras pessoas e , juntos, buscarem soluções. Essa pessoa pode ser um familiar, um amigo ou mesmo um profissional da Psicologia, que, certamente, vai ajudar você a compreender melhor cada emoção.

  1.  Mantenha o foco na felicidade

Não se prive da companhia de quem lhe faz bem. Ter amigos e familiares por perto e cultivar o carinho e a atenção são ações muito importantes. Essas pessoas estão ao seu lado nos momentos de dificuldade, ajudando a suportar problemas, dando forças para superar adversidades e impulsionando para realizar seus sonhos. Portanto, não deixe que os afazeres do dia a dia afastem você dos seus momentos de cumplicidade e de felicidade. Esse é seu maior compromisso.

Colocando essas ideias em prática, é possível desenvolver o equilíbrio emocional e, assim, ter mais discernimento sobre o que realmente importa. Portanto, cultive esses hábitos, trabalhe suas emoções e foque no seu bem-estar.

Compartilhe esse conteúdo com outras pessoas. Você pode despertar nelas uma grande transformação!

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade