19/10/2020

Qual é o papel do cirurgião de cabeça e pescoço?

O nome da especialidade já indica a que ela se destina: diagnóstico, acompanhamento e tratamento – muitas vezes, cirúrgico – de doenças mais graves que acometem a região da cabeça e pescoço.

O principal foco de atuação dos cirurgiões de cabeça e pescoço está nos nódulos, cistos, lesões de pele e tumores benignos e malignos localizados nas regiões da face: nariz, ouvido, garganta, língua e tireoide.

No Brasil, o aumento dos casos de câncer, principalmente de boca em homens e de tireoide em mulheres, coloca a especialidade em posição de destaque tanto no diagnóstico precoce quanto no tratamento especializado.

A seguir, esclarecemos algumas dúvidas sobre o papel do cirurgião de cabeça e pescoço. Acompanhe!

Como surgiu a especialidade?

A criação da Cirurgia de Cabeça e Pescoço se deve a dois hospitais norte-americanos, um de Nova Iorque e outro de Houston. A especialidade foi normatizada pelo Dr. Hayes Martin, em 1957, por meio da edição do primeiro livro da área e da criação da primeira sociedade médica da especialidade.

O que é preciso para se tornar um cirurgião de cabeça e pescoço?

Primeiro, o profissional deve ser graduado em Medicina. Depois, deve cursar a residência em Cirurgia Geral, que leva dois anos, e, por fim, especializar-se em Cirurgia de Cabeça e Pescoço, com estudos que podem variar de dois a três anos de residência médica, dependendo do serviço selecionado.

Qual é a atuação do cirurgião de cabeça e pescoço?

O cirurgião de cabeça e pescoço pode atuar tanto no diagnóstico, realizando exames especializados e biópsias, quanto no tratamento cirúrgico curativo ou paliativo. Ele pode trabalhar em serviços de oncologia, clínicas de cirurgia endócrina, hospitais universitários, centros de pesquisas clínicas e consultórios.

O cirurgião de cabeça e pescoço atua em conjunto com outros médicos?

Sim. Diversas especialidades médicas e multidisciplinares estão relacionadas por conta da complexidade anatômica da região da cabeça e pescoço. Assim, é comum que o cirurgião de cabeça e pescoço trabalhe em conjunto com neurocirurgiões, cirurgiões plásticos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e nutricionistas.

Quando um cirurgião de cabeça e pescoço deve ser consultado?          

A especialidade é essencialmente cirúrgica, com ênfase em oncologia. Desta forma, chegam ao consultório pacientes encaminhados com possível indicação cirúrgica ou casos de dúvida diagnóstica.

Que tipo de exame o cirurgião de cabeça e pescoço costuma fazer?

Os procedimentos diagnósticos mais comuns na rotina do cirurgião de cabeça e pescoço são a videolaringoscopia e a punção aspirativa por agulha fina (Paaf), empregada na investigação de nódulos e massas cervicais.

Quais são as principais cirurgias realizadas por esse especialista?

A maioria das cirurgias realizadas pelo especialista em cabeça e pescoço é da glândula tireoide.  Os demais procedimentos se dividem entre patologias benignas e oncologia cirúrgica, compreendendo glândulas salivares, tumores de pele, tumores dos seios nasais, tumores da base do crânio, tumores malignos do trato aerodigestivo alto (boca, orofaringe, laringe, hipofaringe), cistos branquiais e do ducto tireoglosso, e malformações cervicofaciais.

De que forma o câncer de cabeça e pescoço se manifesta?

Os tumores em fase inicial não causam dor, por isso, é importante observar o surgimento de caroços no pescoço ou na face, feridas na boca ou na pele, rouquidão, ferimento no couro cabeludo com difícil cicatrização, alteração no olfato e paladar, dificuldade de engolir, obstrução ou sangramento nasal. Para isso, o melhor caminho é o autoexame. Diante de qualquer sinal, é importante procurar ajuda profissional.

Quem deve ficar atento a esses sinais?

Todas as pessoas, principalmente aquelas que consomem cigarro e bebida alcoólica, têm exposição solar de longa data e histórico de câncer na família. O tabagismo e o alcoolismo são os responsáveis pela maior parte de lesões malignas de cabeça e pescoço.

Esclareceu as suas dúvidas sobre o papel do cirurgião de cabeça e pescoço? Aqui no blog tem muitas outras informações que podem ser úteis para você. Não deixe de acompanhar e compartilhar o conteúdo com outras pessoas.

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade