12/05/2020

Você sabe quais são as habilidades de um enfermeiro?

A enfermagem é uma profissão muito admirada e respeitada, mas são necessárias algumas competências e habilidades para que ela seja desempenhada com sucesso.

Para atuar na área como enfermeiro e prestar assistência aos pacientes, o primeiro passo é fazer uma graduação.

O curso superior capacita o indivíduo a assumir as funções da enfermagem. Essas funções envolvem o planejamento, a execução e a supervisão do trabalho da equipe, que também reúne técnicos e auxiliares.

O técnico é o profissional que, como o nome indica, fez o curso técnico e está apto a realizar procedimentos e cuidados com pacientes em quadros de média ou alta complexidade. Suas ações são planejadas pelo enfermeiro.

Já o auxiliar, após fazer um curso profissionalizante, está habilitado para trabalhar em ambulatórios, acompanhar casos de menor gravidade e realizar alguns procedimentos, como administrar medicamentos, aplicar injeções e fazer curativos, entre outros. Suas ações também são planejadas pelo enfermeiro.

Em todos esses níveis, a principal missão do profissional é atuar na promoção da saúde e cuidar do próximo.

O estudo ajudará a desenvolver algumas habilidades, enquanto outras fazem parte do perfil pessoal e podem ser aperfeiçoadas com o tempo.

Veja o que é necessário para fazer um bom trabalho e se destacar como enfermeiro:

 

  1. Comprometimento

Ser comprometido com o bem-estar do paciente, de sua família e com os demais profissionais da equipe de saúde. O enfermeiro deve ter habilidades para realizar ações de prevenção, promoção e reabilitação da saúde.

 

  1. Comunicação

Saber se comunicar tanto com o paciente quanto com outros profissionais, usando termos adequados para lidar com cada um deles. Em algumas situações, inclusive, essa interação não se restringe à comunicação verbal, mas também é necessária a comunicação não verbal, a escrita e a leitura.

 

  1. Trabalho em equipe

Trabalhar em equipe, respeitando as qualidades e as limitações de cada profissional que a compõe é essencial para um trabalho coletivo de qualidade e, desta forma, também transmite confiança e bem-estar ao paciente.

 

  1. Assertividade

Ser capaz de tomar decisões, avaliando e decidindo a conduta mais apropriada para definir medicamentos, equipamentos, práticas e procedimentos. Os líderes dessas equipes multidisciplinares devem agir com compromisso e responsabilidade, e gerenciar os profissionais de forma eficaz.

 

  1. Empatia

Ser empático, pois o profissional vai lidar com pessoas em diversas condições de saúde. Colocando-se no lugar do outro, também recebe em troca respeito e admiração. A relação ganha, desta forma, mais confiança e apreço.

 

  1. Controle emocional

Saber lidar com as emoções, já que estará ao lado do paciente nas horas mais íntimas e delicadas. Possuir habilidades com as emoções requer conscientização e controle.  O enfermeiro deve não só ter empatia com o paciente, mas também conseguir lidar com suas próprias emoções para não se abater em situações difíceis.

 

  1. Aprendizado contínuo

Estar disposto a aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática, pois o aprendizado é contínuo. O enfermeiro também deve estar apto a compartilhar conhecimento, seja com a sua equipe, seja com os futuros profissionais, com os quais terá contato por meio de treinamentos e estágios.

 

Você já trabalha na área da enfermagem ou pretende trabalhar? Deixe seu comentário aqui!

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade