24/08/2021

As 5 principais doenças do trato urinário

O sistema urinário – também chamado de trato urinário – é formado por um conjunto de órgãos que produzem e eliminam a urina. Desta forma, mantêm o equilíbrio interno do corpo, filtrando o sangue e eliminando as toxinas.

Os órgãos que fazem parte desse sistema são: os rins, a bexiga, os ureteres e a uretra. Cada um tem a sua função e, diante de qualquer problema em algum deles, o sistema pode ser afetado, provocando doenças. 

Existem vários distúrbios que acometem o trato urinário do homem e da mulher, podendo afetar todo o funcionamento do organismo. Algumas são mais comuns e acontecem com mais frequência. Vamos conhecê-las?

  • Infecção urinária

É a mais comum entre as doenças do trato urinário e pode atingir homens e mulheres de qualquer idade, embora seja mais comum nas mulheres. 

Pode surgir por conta de um desequilíbrio dos micro-organismos que habitam a região genital, causado principalmente por estresse, má alimentação, relação sexual sem proteção, higiene inadequada, entre outros fatores.

Dependendo da estrutura atingida, a infecção urinária pode ser classificada em três tipos:

– Cistite: ocorre quando a bexiga é atingida por micro-organismos, causando urina turva, dor abdominal, febre baixa e sensação de queimação ao urinar.

– Uretrite: ocorre quando a uretra é atingida por fungos ou bactérias, causando inflamação. Nesse caso, os sintomas mais comuns envolvem vontade frequente de urinar, dor ou ardência e corrimento amarelo.

– Nefrite: é o tipo mais grave e ocorre quando os rins são atacados pelo agente infeccioso. A inflamação ocasiona sintomas como vontade urgente de urinar, mas em pequena quantidade, urina turva, presença de sangue na urina, dor abdominal e febre.

  1. Incontinência urinária

É caracterizada pela perda involuntária da urina, devido ao aumento da pressão na bexiga ou alterações nas estruturas musculares que sustentam o assoalho pélvico.

Também pode acontecer tanto em homens quanto em mulheres, independente da idade, mas é mais comum nas mulheres, principalmente na gravidez e na menopausa. Pode se manifestar de duas maneiras: 

– Incontinência urinária de urgência: quando a vontade repentina de urinar surge durante atividades cotidianas e a pessoa perde urina antes mesmo de chegar ao banheiro.

– Incontinência urinária por esforço: quando a pessoa urina ao tossir, rir, espirrar ou fazer exercícios, por exemplo. 

  1. Cálculos renais

Popularmente chamados de pedra nos rins, os cálculos surgem de forma repentina e sua formação está relacionada a fatores genéticos e hábitos de vida, como baixo consumo de água, alimentação desequilibrada e falta de atividade física.

Os cálculos renais podem ser eliminados pela urina ou ficar presos na uretra, causando dor, principalmente na região lombar, e presença de sangue na urina. 

  1. Insuficiência renal

Ocorre quando os rins têm dificuldade de filtrar o sangue corretamente, então, não conseguem eliminar as substâncias prejudiciais para o organismo, que ficam acumuladas no sangue e podem ocasionar uma série de doenças.

Entre os principais problemas que podem resultar da insuficiência renal, estão o aumento da pressão arterial e a acidose sanguínea, que leva ao aparecimento de sintomas como falta de ar, palpitações e desorientação, por exemplo.

  1. Doença renal crônica

É a perda progressiva da função do rim. Geralmente, os sintomas surgem quando a doença já está em fase mais avançada. Os sinais mais comuns são: inchaço nos pés, fraqueza, urina com espuma, coceira no corpo, cãibras e perda do apetite sem causa aparente. 

A doença renal crônica é mais frequente em pessoas idosas, hipertensas, diabéticas ou com histórico da doença na família.

Essas são as 5 principais doenças do trato urinário, mas alguns tipos de câncer também podem afetar o sistema, como, por exemplo, o câncer de bexiga e dos rins. Como os sintomas podem ser parecidos com os de outras doenças do trato urinário, é preciso ter atenção.

Diante de qualquer sinal, é importante consultar um médico urologista ou nefrologista. Fazendo o acompanhamento adequado, a doença é tratada e não há avanço da infecção para outros órgãos. 

Você já conhecia as doenças do trato urinário? Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe nas suas redes sociais. Ele pode ser interessante para seus amigos também!

 

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade